pompoarismo-01

Quando pensam em viagens a Banguecoque na Tailândia o que vos vem imediatamente à cabeça? Deixem de lado os packs de turismo oficiais e pensem nos relatos do viajante típico. Há aquela cena das massagens com os pés, algo bizarro mas estranhamente relaxante (já experimentei em Lisboa), e aquele freak show das bolas de pingue-pongue que algumas tailandesas expulsam com aparente tranquilidade pelo orifício vaginal, certo? Conheço poucas pessoas, de sexo masculino fundamentalmente, que não tenham presenciado (e pago) para assistir a tamanha espetacularidade. Não há dúvidas de que é espetacular. É, na verdade, uma arte milenar. Sim, inserir e atirar objetos pela vagina é uma arte com cerca de 3000 anos e responde ao nome de pompoarismo. Vamos a um resumo histórico célere.

“Pompoar” significa pulsar em Tamil, língua do Sri Lanka e do estado de Tamil Nadu na Índia – e aqui eu já estive! É lindíssimo e aconselho embora tema não oferecer este tipo de shows de talentos. Pompoar é pois a sequência de contrações vaginais que se dão aquando do orgasmo. Pompoarismo é uma prática de fortalecimento dos músculos envolvidos neste processo que possibilita o controlo consciente dos mesmos e assim maximizar o prazer sexual feminino e masculino. Foi desenvolvido por tailandeses, chineses e japoneses com esse intuito e em ligação estreita com a espiritualidade – sim, para alguns povos orientais o sexo era uma prática divina. Para quem treina muito muito, como as senhoras tailandesas supracitadas, é possível também fumar cigarros, cortar bananas às rodelas e arremessar bolas de pingue-pongue para longe. Sim, com a vagina. Não vou chorar aqui pela adulteração das práticas e rituais tradicionais das outras culturas num esforço de comercialização ocidental (ok, estou a chorar um bocadinho) mas sim enaltecer os aspetos positivos desta modalidade “desportiva”.

Sabiam que a estrutura da vagina começa a alterar-se a partir dos 25 anos?! Ou seja, começa a descair como tudo o resto. É dramático. Podíamos pensar “para que é que eu vou tonificar os músculos vaginais se ninguém olha para eles?” Para:

  • Melhoria da flora vaginal, prevenção e cura da incontinência urinária e prolapso uterino;
  • Intensificar a libido, facilitar o orgasmo, aumentar a lubrificação vaginal, auxiliar o tratamento de disfunções sexuais;
  • Auxiliar o trabalho de parto, melhorar a circulação sanguínea e facilitar a cicatrização.

Portanto como veem, só vantagens.

Eu não sou nenhuma especialista em pompoarismo. O pouco que sei aprendi com a Carmo Gê Pereira num workshop. A Carmo é educadora sexual e lança hoje o seu novo site:

http://carmogepereira.com/

Deem uma vista de olhos =)

Outra coisa: as ilustrações da Filipa Pinto voltaram. Esta está absolutamente incrível! ❤ ❤ ❤