manifesto-poema

“És mulher, és casada, obrigada à obrigação”. Eu não:
Não vou lamentar nem vou cumprir uma predestinação.
Não vou. Não vou fazer amor se quiser fazer sexo
E não vou fazer sexo sem querer, sem prazer
Só porque tem que ser.
Não vou ter medo.

De ser sensual ou de amamentar o pecado original.
Não sou cuidadora, não sou pecadora, não quero mal.
Mas nem casadeira nem sextoy de cabeceira,
Prefiro ser primeira. Prefiro ser eu.

Não é Não e Sim é sem culpa, sem vergonha, sem pudor.
É sem aquela herança apodrecida de um útero inferior.

Que não é a minha

Que sou mulher, sou sexo e sou amor.

Autor: prontoadespir

Sexo descomplicado.

2 pensamentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s